quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

minha formação política



E nisso se resume.
Se a juventude de hoje tivesse acesso à música de protesto daquele tempo, a coisa teria sido outra em Copenhagen.

Agradecimentos à Fabíola Werlang.

5 comentários:

Gabriel Dória Rachwal disse...

caramba, curti demais. tem uma hora em que é aproveitada a sonoridade de "música" e de "busca", show.

fernanda baukat disse...

Olha que mundo pequeno! O Gabriel por aqui, hahaha!

Sabrina disse...

as aulas nem começaram e eu já sou uma das pessoas mais legais do mestrado!

fer disse...

Aff, isso eu nem discuto. O terror da piazada com menos de 20, a musa de sua geração e o fetiche dos maiores de 50...

Sabrina disse...

feeer, não fantasiar a vida das solteiras. minha carreira tá mais pra candidata a vereadora, isso sim.