quinta-feira, 20 de agosto de 2009

do trovão em diante, ela voa

(só um pouquinho só, hoje)
Será que Sarah Kane imaginou que o monólogo do pedófilo que escreveu em Crave seria trocado entre amantes na internet? De maneira piegas, de maneira criminosa. It has to stop.
E eu também profano, cortando o trechinho abaixo de 4:48 Psicose pra vocês:

I've never understood
what it is I'm not supposed to feel
like a bird on the wind in a swollen sky
my mind is torn by lightning
and it flies from the thunder behind

(nunca entendi
o que é que não é pra sentir
pássaro suspenso no céu pesado
minha mente é desfeita pelo clarão
e abandona o trovão no seu voo)


Sem comentários: