sexta-feira, 19 de junho de 2009

c-cordel para felipe

(relativo a um incidente descargado e aguardando a gravação de um certo hit)

De uma renca de irmãs, só Mara que conseguia – que miséria é nosso corpo! – ter o banheiro em dia.
A meninada tentava. Três, quatro dias e nada. E Mara com sua dádiva, que as irmãs, só por despeito, chamavam Maracagalha.
Daí que surgiu a regra "proibido falar merda". Porque Mara se esquecia de maior sabedoria: não mostrar muita alegria pra pessoas enfezadas.


2 comentários:

Anónimo disse...

não ficou bem claro para mim. mas tenho cá minhas interpretações. é uma homenagem, né? achei bastante espirituosa. você escrevendo essas barbaridadezinhas, como sempre. olha, preciso te pagar uma coisa que você sabe. e preciso enviar uma nova coisa que você meio que sabe do passado mas agora é para um futuro que precisa receber a coisa tinindo. vou te ligar a qualquer hora, esteja preparada. bj. L.

Sabrina disse...

Claro que é uma homenagem! Quando escrevo coisas ruins, omito nomes. Houhou.
Tive vontade de tomar um café com vc esses dias, mas agora, com carteira assinada, minha vida ficou tão louca. Mas estou preparada, digo, carreguei a bateria do meu celular.