quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

música contemporânea com mário da silva

O violonista Mário da Silva irá abrir o ciclo de Música Contemporânea no Cenáculo. Dia 31 de janeiro, quinta-feira, às 20hs, entrada franca.

Mário da Silva é professor da EMBAP (1991), Bacharel em Violão com Orlando Fraga (1992), Especialista em Música de Câmara (1998) e Mestre em Música na UNIRIO (2002). A música contemporânea brasileira para violão, com especial ênfase na música paranaense, é sua atividade principal. Gravou esse material no CD nova música brasileira (1997) e música contemporânea brasileira desconstruída sob encomenda (2000) e vem interpretando em recitais no Brasil, Argentina, Portugal, Inglaterra, Suiça, Alemanha e Estados Unidos. Atualmente têm trazido outras narrativas para o recital como em Abraço de Câmara, juntamente com a bailarina e coreógrafa contemporânea Rocio Infante.

Arrigo Barnabé (1951-) fragmentos (1999); Jaime Zenamon (1953-) unicórnio (2002); Arthur Kampela (1960-) percussion study 1 (1993), percussion Study 5 (viola alla chitarra) (2007); Mário da Silva (1962) dna da dança (2005); André Abujamra (1964) jardim do céu de gaudí (4'30) 2007;

o cenáculo fica no edifício asa, pça osório, sala 1607, curitiba-pr

http://cenaculo-asa.blogspot.com/

sábado, 26 de janeiro de 2008

jantar no asa segunda!

Convidamos todo mundo para jantar na segunda-feira, dia 28/01, 20hs. No cardápio, risoto cremoso, salpicão e salada, com opções vegetarianas também. A contribuição é de dez reais. Cerveja e refresco à parte.
Confirmações e sugestões pelo e-mail
sabrinablopes@gmail.com.

O cenáculo fica no edifício asa, pça osório, sala 1607, Curitiba.
cenaculo-asa.blogspot.com


quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

la bête e troca-troca com wagner schwartz

O Couve-Flor Minicomunidade Artistica Mundial recebe em Curitiba, durante o mês de janeiro, o artista Wagner Schwartz. Em residência no Cafofo Couve-Flor, Wagner investiga materiais para sua nova criação e acompanha Gustavo Bitencourt no projeto Hot – Wild – Loud (Prêmio Klauss Vianna de Fomento à Dança/2007).
No dia 26/01 (sábado), Wagner apresenta a performance la bête - é proibido não tocar, seguida de um "troca-troca", compartilhando informações sobre seus trabalhos, investigações e processos criativos.
la bête - é proibido não tocar
sinopse
o corpo em um processo de transmutação, orientando-se como um mapa de sensações proteiformes. ele se recorta, manipula, engendrando signos em cada tipo de exploração. as articulações do corpo fazem referência à estrutura "bicho" de lygia clark – «bioformas compostas de figuras geométricas atadas por dobradiças».
ficha técnica
criação e interpretação: wagner schwartz
diretor técnico e iluminação: alexandre molina
objeto de cena: réplica da estrutura «bicho» de lygia clark
acompanhamento final de projeto: maíra spanghero e markus huthmann
espetáculo realizado com o apoio do fórum internacional de dança (fid) | território minas 2005

troca-troca com wagner schwartz
o trabalho do performer tupiniquim como centro de discussão e possibilidade de encontro
Serviço
La bête e troca-troca com Wagner Schwartz
Cafofo Couve-Flor (Rua Presidente Faria, 266)
Dia 26/01 (sábado), às 20h
Ingressos: 10,00 Reais
Informações: 9682 6949

terça-feira, 22 de janeiro de 2008

teatro infantil

A peça "Os encantos de vagalume e borboleta", estréia sábado às 15:30 no Parque Fazendinha e domingo ás 17 horas no Passeio Público. Se chover será no Parque São Lourenço. Texto e direção Paulo Afonso, no elenco Tina de Souza e Luiz Reikdal, música de Beto Colaço.

O Paulo Afonso é orientador da oficina de dramaturgia que estou freqüentando, no domingo vou assistir.

sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

senhanos de beauvoir

Traga seu trecho preferido para ler ou venha simplesmente conversar e tomar um chazinho com admiradoras/es da filósofa e escritora Simone de Beauvoir, que completaria seu centenário nesta quarta-feira, dia 09/01.
No Cenáculo, Edifício ASA, sala 1607, às 19:30 horas.
R. Voluntários da Pátria, 475, 16º andar, Pça Osório.
www.cenaculo-asa.blogspot.com

A socióloga Miriam Adelman da UFPR vai dar uma nota introdutória a O Segundo Sexo.
Exibição de imagens do site http://simonebeauvoir.kit.net/
Leremos em voz alta, eu vou fazer pão e alguém vai levar um conhaque.


sylvia plath

Três mulheres, tradução de Miriam Adelman, na Sibila.

quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

alphaville

videoclube na sexta, no asa, pra ver godard. mais informações aqui.